2 Capítulo 10

-Mari,realmente,eu não sei qual é a dele...-Disse prendendo o choro.
Estávamos no meu quarto,era madrugada de um sábado qualquer.
-Por quê você não pergunta pra ele?-Ela riu
-Tá maluca?Eu vou chegar pra ele: Robert,qual é a sua?Porque EU te quero!
Mari caiu na gargalhada.
-Viu?Você não faria isso!-Gemi
-È,tem razão,não faria mesmo,mas não sei,as vezes parece que ele nem te nota,outras vezes ele parece te comer com os olhos e querer te proteger de tudo,já faz duas semanas,que toda vez que ele está perto e chega algum cara perto de você,ele te abraça e finge ser seu namorado-Mari soltou um risinho.
-Uff!-Bufei-De verdade,vou começar a ignorá-lo já que é o que ele anda fazendo comigo,desde o dia que ele esteve aqui em casa,sabe,que esses dias que meu pai estava aqui,ele tocou a campainha,meu pai atendeu,e ele nem quis entrar,odeio isso!-Disse triste
-Talvez ele só esteja com medo do seu pai Nikki-Ela gargalhou
-Aff,como se papai fosse o incrível Hulk!-Revirei os olhos
-Na tesie ciúmes,ele é!Ah,droga!Olha a hora,tenho que ir!-Mari gemeu
-Dorme aqui-Pedi
-Acho melhor não,tive uma pequena briga com meus pais,é melhor eu ir pra casa,ai,e pensar na bronca que irei tomar quando abrir a porta dos fundos..
-Relaxa,seu pai só vai te perguntar aonde você esteve,ele não é igual ao Luan Santana!
Ela gargalhou.
-Ainda bem-Dei língua pra ela-Nos vemos amanhã,na gravação do DVD do seu pai,beijinhos-Ela me mandou beijinhos ao ar,e saiu do meu quarto.
Me joguei na cama,tentando dormir,mas tudo que consegui fazer,foi pensar nos dias anteriores,quando encontrei Robert andando pelo condomínio,e na maior parte das vezes,ele sempre me ignorava,ou simplesmente me dava só um 'Oi,bom dia',ou 'E aí Nicole?'.
A última vez que conversamos de verdade,foi no dia 2 de agosto,dois dias depois do incidente do protesto.
Eu ainda me lembrava de sua camisa vermelha,que dava um destaque aos seus olhos cinzentos e sua pele branca feito neve.
Flashblack ON
-Nicole,está afim de...
-Ela está acompanhada-Eu nem o tinha visto chegar.
Robert pôs as mãos em minha cintura,como se fosse meu namorado,me causando reações elétricas ao seu toque.
O garoto do time de futebol da escola me olhou cabisbaixo,e foi embora.
Olhei para Robert,quase querendo matá-lo com o olhar,mas lá estava ele com aquele sorriso torto que eu amava,me fazendo amolecer imediatamento.
Flashblack OFF
Por fim,acabei adormecendo,sem perceber que havia dormido.

2 comentários:

Gabriela Faulstich disse...

Mozaum, porque não cria um grupo no facebook para nós todas conversarmos sobre as fics ?

Maria Gabrielle dos Santos Corrêa disse...

Ta muitooo perfeita!!!
Você vai continuar com essa fic não é? Pq agora tb tem "E se de repente for amor?"

Postar um comentário

:a   :b   :c   :d   :e   :f   :g   :h   :i   :j   :k   :l   :m   :n   :o   :p

Página Anterior Próxima Página Home