2 Capítulo 46-HOT

#ATENÇÃO: NÃO ME RESPONSABILIZO POR MENORES LEREM,SÓ FIZ ESSE CAPÍTULO PORQUE ME PEDIRAM ;)


-Por que você não me contou nada?-Thiago me encarava sério.
Ele tinha chegado bem na hora do parabéns O.o
-Só quem sabia era meu pai e a Mily,queria fazer surpresa-Sorri amarelo
-Ai,quem diria,dois membros novos na família-Paty me abraçou
-Dois?-Perguntei confusa-Você também está...?
-Sim!Descobri um pouco depois da viajem pra Nova York,tô de três meses-Ela disse empolgada.-E você vai ser madrinha,não aceito não como resposta.
-Ain,claro que sim!-Disse empolgada
-Ai meu Deus,duas mães babonas,já vi tudo-Thiago riu
-Eu queria pedir a atenção de todos por favor-Nos viramos para encará-lo.
Luan havia arranjado um banquinho,e estava com o violão nas mãos.
-Eu fiz essa música há um tempo,e essa é a primeira vez que vou canta-lá.Queria dedicar á minha pequena,Violet,essa é pra você.
Ele começou a dedilhar o violão,e mesmo de longe,nossos olhares se encontraram.
-Ela é uma mulher,menina que precisa urgentemente ser mais forte...Ela quer alguém que leia o seu sorriso antes de olhar o seu decote...Ela vê suas amigas se entregando ao primeiro que apareceu,numa tentativa boba de se preencher...Garotas querem mais amor de verdade,mais sinceridade...Garotos são todos iguais,tem necessidades,não passam vontade...Mas tô aqui pra provar...Eu não te deixaria por uma aventura á toa e nem te trocaria por qualquer outra pessoa...Só pra matar a vontade,o crime não compensa...Garotas inocentes não merecem chorar por garotos que não tem a verdade no olhar...Escolhi ser diferente amor,só pra te amar...
Ele terminou dando as últimas dedilhadas no violão.
Todos aplaudiram,e eu?Chorava e sorria.
Limpei as lágrimas e lhe mandei alguns beijinhos.
Ele fingiu pegá-los.

Estavam todos rindo.
A festa roulou mais animada.
Quando acabou, eu como sempre não consiguia ficar parada, fui ajudra a catar as coisas.                                                        -Nem pensar nisso Mocinha. -Dona Marizete, saiu tirando as coisas da minha mão.                                                              -Não estou doente, eu posso ajudar. Deixa?
-Não,agora a senhorita vai descansar-Meu pai se intrometeu
-Aff,não tô doente gente-Reclamei

Luan apareceu.                                          
-Isso mesmo vamos subir, você tem que descansar.
Ele meu uma olhada , dando uma piscadinha.
A Marizete se meteu.                      
-Mais é pra descançar mesmo.
Ele riu.                        
-Sim mamusca, pode deixar, essa senhorita aqui não vai fazer esforço nenhum . -Ele falou indo em direção a escada, me pegando pela cintura e subindo as escadas, atá que bem  comportada.
Falei bem baixo no seu ouvido.                                    
 -Como você é sonso seu Luan Rafalel.- Ele me deu a língua.
Luan fechou a porta com a chave.
Olhei pra ele prendendo a risada.                                                      
- Por que você trancou a  porta?                      
 -Poque, eu não quero que ninguem atrapalhe a  gente, hoje você é minha.
Abri a boca e arregalei os olhos pondo a mão na boca, fingindo estar assustada.
Ele riu e depois se aproximou de mim rapidamente,me dando uma forte juntada e me beijando com voracidade,me levando em direção á cama,sem desgrudar seus lábios dos meus.
Senti parte da cama tocar minha panturrilha,e então,ele me deitou cuidadosamente,vindo por cima ainda me beijando.
-Tava com saudades-Ele sussurrou ofegante,e voltou a colar os lábios nos meus sem me dar tempo de responder.
Passei minhas mãos por debaixo de sua camisa e arranhei suas costas,deixando ele um pouco mais feroz.
Luan me soltou por alguns segundos para tirar meu vestido,me deixando somente de calcinha e sutian.
Passei a mão por seu corpo, tirei a sua camisa, e depois fui descendo pelo abdome.
Abri o zíper de sua calça.Ele me ajudou, pois estava nervosa e enrolada como sempre.
Ele colocou o corpo dele mais contra o meu , me apertando delicadamente contra o seu corpo. Fui beijando o seu pescoço e depois delicadamente mordi a ponta de  sua orelha deixando ele mais arrepiado.
Ele me beijou com mais veracidade e com paixão. Deslizou as mãos pelo meu corpo, e depois pelas minha costas me causando arrepios, depois beijou o meu pescoço e dando mordidas, e disse baixinho no meu ouvido.                    
 -Deixa eu te amar? -Pondo os lábios nos meus. -Deixa?
Estava fraca, e respondi baixinho:                                          
-Sim eu deixo.
E me me beijou mais, e com delicadeza se pôs em cima de mim, me beijando.
Luan acariciou toda a lateral do meu corpo,chegando no fecho do meu sutian,bem no meu dos meus seios.
Olhou pra mim de um jeito safado como se me pedisse permissão.
Eu ri e mordi os lábios,e então,ele o arrancou,jogando em qualquer lugar do quarto.
PS; ISSO IRÁ FICAR HOT SE VOCÊ FOR MENOR NÃO LEIA!
Voltou a me beijar e depois abocanhou meu seio direito,massageando o outro com a mão.
Gemi alto,e depois tentei me controlar,pois dessa vez não estávamos sozinhos em um quarto de hotel como se era de costume.
Luan voltou a beijar meu corpo,e depois grudou seus lábios nos meus.
-Fica quietinha,antes que a mamusca entre aqui-Ele riu-Quero você todinha hoje pra mim-Falou de um jeito sexy.
Ele me deu mais um beijo apaixonado,e depois tampou minha boca com uma das mãos,voltando a morder,dessa vez com mais força,meus seios.
Cheguei ao clímax em segundos.Meus gemidos abafados por conta da mão do Luan em minha boca.
Ele me soltou,e tirou a única peça que me 'cobria',minha calcinha.
Cheguei ao clímax em segundos.Meus gemidos abafados por conta da mão do Luan em minha boca.
Ele me soltou,e tirou a única peça que me 'cobria',minha calcinha.
Luan voltou á me beijar,e subiu em cima de mim,possuindo meu corpo logo depois em um movimento de vai e vem que ia aumentando a velocidade aos poucos.
Em momento algum ele soltou os lábios dos meus para evitar meus gemidos altos.
-Vi,acho que eu vou...-Ele disse ofegante ainda com os lábios nos meus.
-Eu também-Me controlei para não gemer
Ele voltou a colar os lábios nos meus,e num gemido de ambas as partes abafado,chegamos ao clímax juntos.

Ele pôs,os labios nos meus, e foi descendo, beijando o meu abdome, e foi descendo, quando chegou na altura da  minha cintura e me olhou de um jeito nervoso, timido e pedindo permissão , apenas olhei pra ele, e fechei os olhos, ele entendeu com um sinal de sim. Foi me beijando até chegar lá, e com muita delicadeza . Segurei o seu cabelo o puxando, conforme a cada movimento que ele fazi. Até que eu puxei ele pra mim, rolando na cama, e me pondo em cima dele.

-Minha nega tá selvagem hoje-Ele gargalhou.
Dei um tapa em seu braço.
-Fica quieto que quem manda hoje sou eu!-Disse séria.
Ele ergueu os braços como quem se rendia.
-Sou todo seu delícia!-E tentou me agarrar.
-Han,han!-Fiz sinal de negação pra ele
Luan me olhou confuso.
-Nada disso,agora você me obedece,e nem pense em gozar!-Disse séria
Beijei seus lábios com cuidado,e fui beijando seu corpo,até chegar bem ali,no Luan Jr.
OMG,aquilo era mesmo enorme,como sempre imaginei,e por um minuto hesitei.
Luan prendia o riso,como se não acreditasse que pela primeira vez,em todo nosso namoro,eu fosse fazer aquilo.
Olhei pra ele séria,como que quem o mandasse ficar quieto,e abocanhei a cabecinha do Jr
Luan gemeu alto,então fiz como ele tinha feito comigo antes,e pus a mão em sua boca,mandando ele ficar quieto com os olhos e voltei ao 'trabalho'.
-Nega!-Ele falou abafado.
Tirei minha mão de sua boca para que ele pudesse falar.
-Nega...deixa...eu não vou aguentar.
Fiz que não com um dos dedos,sem tirar a boca 'dali'.
-Violet,amorzinho-Ele implorava.
Fui mais rápido de provocação,e então,ele gozou,me sujando toda.
-Droga Luan,você foi um menino muito malvado-Disse séria
-Mo, eu avisei pra você para, você não quiz aconteceu isso, desculpa amor , eu não queria que fosse assim.
Olhei pra ele.                
-Tudo bem mais você vai ser punido.                
 -Tudo, faço tudo o que você quiser.
-Qual, é  a punição amor?                                              
 -A sua punição vai ser, ter que me levar a loucura, só que sem usar a boca, só com o teu corpo encaixado no meu . Ele deu um sorriso de safado, e fingiu bater continecia.        
-Seu desejo é uma ordem, e vou fazer com muito prazer..                                    
 -Mais, antes tem uma coisa, quero que você faça RAW , pra mim.                                           Para amor, tudo menos isso. -Ele riu e balançou a cabeça.                                    
-Sim sim, você vai fazer. isso é uma punição, ou eu não te perdôo.                    
-Tudo bem eu faço, só porque eu te amo.
Ele fez, o Raw, não aguentei e ri muito dele.
Depois que ele fez isso, pois os lábios no meu e colou o corpo dele no meu.
Me beijando, puxei ele mais pra perto de  mim, e sentido o seu cheiro, e alisando a sua nunca, enquanto ele fazia o movimento de ir e vir e aumentando a  velocidade, me fazendo arranhar as sua costas e gemer em seu ouvido.                                          
  -Ai , Luan!                                                    
  -Você me deu uma ordem, de ter da prazer só com o meu corpo no teu estou fazendo, agora fica quietinha. -Ele voltou a colar os lábios no meu.
Meus gemidos saíram abafados por conta de nossos lábios colados.
Nossos corpos já suavam,e eu já estava chegando novamente no clímax quando ele parou de se movimentar.
-Luan!-Reclamei frustrada
Ele riu.
-È a minha vez de te punir-Ele mordeu meus lábios inferiores e voltou a se movimentar sobre mim,dessa vez mais rápido,mais selvagem.
Arranhei suas costas com força,e agarrei seus braços logo em seguida.
Colar meus lábios nos dele agora era quase impossível,então,mordi os lábios com força e fechei os olhos,me concentrando para prender os gemidos,mais foi quase inevitável quando chegamos ao clímax juntos.
Luan caiu exausto do meu lado,me puxando para seu peito e me abraçando logo em seguida.
Ele me deu um beijo na testa depois um selinho,e me olhou sorridente.
-Obrigada por me fazer o cara mais feliz do mundo,eu te vivo minha pequena.
-Eu também te vivo príncipe-Sorri lhe dando um beijo depois fiz careta-Vou tomar um banho...ai que preguiça
-Hum...vou com você
-Luan,tô cansada,você acabou comigo hoje!-Ri
-Não fui eu quem começou com as histórias de punições-Ele debochou
-Você bem que gostou-Dei língua pra ele em uma atitude infantil
Ele riu e se levantou,me pegando no colo logo em seguida e me levando em direção ao banheiro.

Ele, me pôs no chão já dentro do box, puxou a porta, e abriu o chuveiro, me abraçando, e ficando comigo de baixo da ducha, abraçado comigo, olhou nos meus olhos, e me beijou delicadamente, ele parou por um minuto.
-O que foi Lu?-Perguntei rindo
-Hum...tive vontade de te dar banho pode?-Ele perguntou meigo
-Pode-Ri dele-Mais vou querer te dar banho também-Fiz biquinho
Ele me deu um beijo molhado debaixo do chuveiro mordendo meus lábios,depois me soltou,pegando o sabonete e passando delicadamente em cada parte do meu corpo.

Foi, bom demais, tomar banho junto dele. Saímos do banheiro, peguei uma blusa dele e vesti ele pegou apenas uma cueca e foi deitar na cama. Ficamos ali deitados juntos, eu estava com o rosto em seu peito e ele com a cabeça em cima da minha, cheirando o meu cabelo, e com as mãos em minha perna. Ele pegou a  minha perna e pôs em sua cintura, olhando pra mim.    
 -Hoje eu quero dormi assim, agarradinho com você.
 Eu o beijei de imediato .          
 -Sim, eu também quero , ficar assim juntinho com você pra sempre.
Dormirmos assim agarradinhos naquela noite tão perfeita para nós dois.

2 comentários:

Natasha Caldeira disse...

Muito massa o capitulo ! Quero mais !!!!!! Beijos flor

Isis OHANA DE MORAES FERREIRA disse...

Ahhh Amei continua por favor!!!!!

Postar um comentário

:a   :b   :c   :d   :e   :f   :g   :h   :i   :j   :k   :l   :m   :n   :o   :p

Página Anterior Próxima Página Home